Jeju Island chooses Blockchain technology

To recover from the losses of tourism due to COVID-19, South Korea has launched a digital application powered by Blockchain. Specifically, for visitors to Jeju Island, also known as „Bit Island“, due to its adoption of the technology.

According to a press release from ICONLOOP, South Korea’s leading technology company Blockchain, all visitors to Jeju Island will now be required to use the Bitcoin Era application.

One of the country’s most popular domestic tourist destinations, which receives about 15 million visitors a year, also becomes an example of the use of the technology.

South Koreans have Blockchain driver’s licenses

About ICONLOOP
It is a leading company in Blockchain technology in South Korea. The company’s technology is used for real-world applications in banking, healthcare, government and more.

Also, the Financial Services Commission (FSC) has approved ICONLOOP’s decentralized identity authentication (DID) service. In the space of testing standards and innovative financial services.

Jeju Island
Currently, it is the only autonomous province in South Korea. It is also the largest island in the country, with approximately 700,000 inhabitants and 15 million visitors a year. Similarly, Jeju Island is home to a small technology center.

Additionally, in 2005 the Jeju Science Park was created. A complex for technology companies and organizations. As if that were not enough, since its implementation, it has attracted 117 IT and biotechnology companies.

Therefore, the local government wants to strengthen its capacity to track visitors in case of a COVID-19 infection. While ensuring confidentiality.

Bitcoin mining: a source of revenue during the pandemic

Agreement between ICONLOOP and Jeju Island
It is worth noting that ICONLOOP and the Special Autonomous Province of Jeju have signed a cooperation agreement. First of all, for the prevention of COVID-19 and infectious diseases.

In particular, visitors will use a cell phone application to register at tourist and business destinations on Jeju Island. In fact, their information will remain personal unless a case of COVID-19 is discovered.

In this regard, Tae-bong Lim, Director of Health and Welfare of Jeju Autonomous Province, said

„Through this new infectious disease prevention system, Jeju Island will be able to be reborn as a safe and representative tourist destination in Korea.

He added: „We hope to revitalize the local economy. It has been disrupted due to the prolonged COVID-19 pandemic.

Similarly, Jong Hyup Kim, Executive Director of ICONLOOP said: „This cooperation with Jeju Island is opening up new possibilities for the real-life application of Blockchain’s DID authentication. In the post-COVID-19 era.

Analista de dados: 3 métricas chave mostram o início de uma nova tendência Bitcoin Bull

De acordo com o CEO da CryptoQuant, três métricas mostram que a tendência é a de uma alta, já que menos investidores são aparentemente compelidos a vender BTC.

De acordo com Ki Young-Ju, CEO da empresa de pesquisa de mercado CryptoQuant, três indicadores chave na cadeia estão atualmente sinalizando uma tendência de alta de preços de Bitcoin Trader (BTC).

As métricas que apontam para um mercado de touro são menos pressão de venda por parte dos mineiros, baixos influxos cambiais e reservas cambiais em declínio.

Em 20 de julho Ki observou:

„Status dos indicadores na cadeia“: COMPRAR. Os mineiros não estão vendendo (com base no MPI, Miner Outflows. Até agora não houve entradas de trocas significativas de baleias BTC. Todas as reservas de trocas atingiram o ano-baixo há um mês e mantêm-no baixo“.

Mineiros estão vendendo menos Bitcoin

Dados da ByteTree mostram que os mineiros venderam um pouco mais do que o que extraíram nas últimas 12 semanas. Nos últimos três meses, os mineiros produziram 7.293 BTC e venderam 7.365 BTC. Um inventário líquido de -72 BTC é considerado baixa pressão de venda por parte dos mineiros, especialmente durante um período prolongado.

Há duas razões possíveis por trás da falta de apetite dos mineiros para vender Bitcoin nos últimos meses.

Primeiro, a taxa de haxixe da Bitcoin está próxima do seu máximo histórico. Isso significa que o setor de mineração continua a minerar agressivamente a BTC, apesar da redução pela metade.

Em segundo lugar, sugere que o custo da mineração é relativamente baixo. Quando ocorre um ajuste recorde de alta dificuldade, o custo de mineração de BTC aumenta substancialmente. A resiliência da taxa de hash mostra que os mineiros de Bitcoin ainda são bastante rentáveis.

Quando os mineiros não vendem grandes quantidades de Bitcoin durante um longo período de tempo, isso aplica menos pressão de venda sobre os BTC. Os mineiros são uma das duas principais fontes externas de pressão de venda no mercado de criptogramas juntamente com as trocas.

Baixos influxos de trocas

Os baixos influxos cambiais tipicamente sugerem que há menos investidores ou comerciantes vendendo moedas criptográficas no mercado. Por outro lado, as saídas de câmbio indicam que mais investidores estão movendo Bitcoin para carteiras pessoais.

Em junho, Ki explicou que um período razoável para investir em Bitcoin é quando as baleias enviam fundos para fora das trocas. Isso mostra que as baleias estão prevendo um rally prolongado no curto prazo. Ele disse:

„Comprem BTC quando as baleias enviarem bitcoins para fora da troca. O mercado de touro normalmente começa quatro meses após a média de retirada da troca atingir o máximo de um ano“.

Desde Março, os influxos nas trocas à vista de Bitcoin caíram visivelmente. Dados do CryptoQuant mostram que os influxos estão oscilando entre 3.700 BTC e 17.000 BTC. Em maio, os influxos oscilaram entre 6.800 BTC e 38.000 BTC.

As reservas cambiais continuam a diminuir

Entretanto, as reservas de troca de Bitcoin caíram substancialmente desde meados de Abril. Nos últimos três meses, as reservas cambiais diminuíram de 2,56 milhões para 2,44 milhões.

Embora uma queda de 4% nas reservas cambiais possa parecer menor, as reservas cambiais nunca caíram para os níveis mais baixos de 2 milhões durante mais de um ano.

Uma confluência de baixa pressão de venda por parte dos mineiros, reservas cambiais em declínio e baixos influxos poderia indicar o início de uma fase de acumulação. Tanto os pequenos investidores como os mineiros estão a vender menos BTC do que o habitual e os investidores institucionais estão a acumular BTC através da Grayscale.